Natal: O Amor pede Amor.

0 Comentários

Estamos bem no décimo segundo andar do ano e é aqui, segundo Mario Quintana, que encontramos uma louca chamada Esperança. Para o poeta esta louca se encontra na calçada à espera do dia em que as buzinas e as sirenes se silenciaram e todos indagaram sobre aquela pequenina criatura ali na calçada. Para Santo Afonso de Ligório esta louca Esperança é a encarnação do Rei do céu, que vem/está em uma gruta fria e gelada (vieni in una grotta al freddo e al gelo). Para o santo, esta Esperança é o menino Deus, que se sujeita à pobreza e ao frio e vem visitar toda a humanidade, ainda que tenha que nascer em uma cocheira.

São Paulo, na carta aos filipenses, leva-nos a meditar a encarnação do Deus Esperança, como um total despojamento: “Ele, estando na forma de Deus não usou de seu direito de ser tratado como um deus, mas se despojou tornando-se semelhante aos homens e reconhecido em seu aspecto como um homem”. (Fl 2, 6). Em uma calçada, ou em uma gruta gelada, Deus se torna homem e traz esperança à humanidade. Podemos questionar, como Santo Afonso: Até onde o amor levou Deus? (Dolce amore del mio core, dove amore ti trasportò)? Porque tanto sofrimento? (O Gesù mio, per ché tanto patir?) A resposta é rápida: Por meu amor (Per amor mio!).

É por amor. Não tem outra explicação o fato de Deus se tornar menino. Afonso repete insistentemente: “Sim, meu caro Redentor, quanto maior foi vossa aniquilação ao fazer-vos homem e nascer menino, tanto maior foi o amor que nos demonstrastes.” Para Afonso, o amor de Deus nunca havia se manifestado tão fortemente, mas quando o Filho de Deus se fez ver num estábulo sobre palhas, fica claro e evidente o louco amor de Deus por nós.

Contemplar o Menino Jesus no presépio é o verdadeiro sentido da festa natalina. No entanto, contemplar não é um simples admirar, mas é um aprender. Aprender a amar do mesmo modo como aquele Menino nos ama: com simplicidade e despojamento. Contemplar o presépio é contemplar a História da nossa Redenção, é perceber que através da encarnação do Verbo, Deus não “dá coisas”, mas se entrega totalmente.

No presépio, a História que se contempla não é uma realidade pessoal do Filho, mas inclui toda a criação. Por isso para todos os batizados e principalmente para nós, missionários redentoristas, continuar o Cristo Redentor é chave mestra do nosso apostolado, uma vez que o nosso ser-no-mundo deve deixar transparecer o Menino-Esperança, que está nas calçadas e grutas sempre a dizer: Deus é Amor e pede Amor.

Ir. Isael Rodrigues Pimentel
Missionário Redentorista

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • PARABÉNS!

    0 45

    Noviço redentorista

    View more
  • PARABÉNS!

    0 9

    Prefeito de Igreja do Santuário-Basílica de Trindade (GO)

    View more
  • PARABÉNS!

    0 8

    Conselheiro Geral da CSsR - Roma-ITA

    View more
  • PARABÉNS!

    0 6
  • PARABÉNS!

    0 15

    Colaborador em Confresa/MT

    View more
  • PARABÉNS!

    0 15

    Reside no Seminário São José, em Goiânia (GO)

    View more
  • PARABÉNS!

    0 14

    Reside no Seminário São José, em Goiânia (GO)

    View more
  • PARABÉNS!

    0 11

    Diretor das Obras Sociais Redentoristas

    View more
  • PARABÉNS!

    0 8

    Pároco em Santa Bárbara de Goiás e colaborador em Trindade

    View more
  • PARABÉNS!

    0 16

    Colaborador nas Basílicas de Campinas e Trindade

    View more

Sep 2017

Não há eventos para hoje!
dom seg ter qua qui sex sab
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30

Video Em Destaque

  • Editor: P. Rafael Vieira, CSsR
  • Colaboradores: P. Maurício Brandolize, CSsR, Ir. Diego Joaquim, CSsR, Fr. Auro Marques, CSsR e o postulante Ênede Cordeiro.
  • Área Reservada: Padre Eduardo Rezende, CSsR.
  • MANTENHA CONTATO!

    ÚLTIMAS POSTAGENS

    Nova coordenação do Compromisso Campinas
    18 Sep 20170 Comentários

    TWEETS MAIS RECENTES

    Read all tweets

    © 2015 Redentoristas Provincia de Goiás | E-mail: portal@redentorista.com.br

    Desenvolvido por WEBCERRADO Soluções Digitais