PE. ÂNGELO: “Quem serve por amor não se decepciona”

2 Comentários

89 anos de vida, 70 anos de vida consagrada, e 65 anos de sacerdócio: estes são os números que acompanham o Pe. Ângelo Licati neste ano de 2017. Paulista da cidade de Avaré, filho de imigrantes italianos que vieram para o Brasil trabalhar nas fazendas de café. Em 1938, entrou para o seminário redentorista. Além da formação no Brasil, cursou Teologia Moral na Academia Alfonsiana, em Roma, na Itália. Trabalhou por muitos anos no Santuário Nacional de Aparecida, onde foi Prefeito de Igreja e Reitor. Também acompanhou pastoralmente os operários nas fábricas, na capital paulista. Entre 1961 e 1970, integrou a equipe de missionários itinerantes em Araraquara/SP, e colaborou com o início da Novena “Natal em Família”. Em 1976, foi transferido para Goiás, onde foi missionário itinerante, Superior Vice Provincial (1985-1988), Reitor do Santuário do Divino Pai Eterno (1988-1994), vigário paroquial na Paróquia/Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Goiânia. Atualmente, é colaborador do Santuário Basílica de Trindade.

Abaixo, transcrevemos um trecho de uma entrevista, concedida no dia 2 de fevereiro de 2017 para a Difusora – Rede Pai Eterno de Rádio:

– Depois de 70 anos de consagração, quais são as marcas de sua vida consagrada?

Pe. Ângelo – Um coraçãPeAngeloo renovado. O rosto e o físico vão acabando, mas o ideal, o sonho, a alegria, não acabam nunca. Só cresce.

– Quando começou, o senhor imaginava o que ia enfrentar ao longo da vida missionária?

Pe. Ângelo – Eu não sou vidente, nem profeta e nem visionário. Fui enfrentando cada desafio que ia aparecendo. A p
rimeira coisa foi sair de casa aos 10 anos de idade, sem saber para onde ia e sem conhecer ninguém. No seminário, a gente se ambienta, fiz o colegial, e cheguei ao noviciado. E lá, com a nossa turminha, em 2 de fevereiro de 1949, fiz minha primeira profissão religiosa. Me lembro bem, éramos 10: Arthur Kieper – que saiu na teologia; Valdemar Beltrami, já falecido; Altamiro Rossato, que foi arcebispo de Porto Alegre, já falecido; João Santos, já falecido; Olívio Copetti, já falecido; Antonio, que saiu na filosofia; Lino Rodrigues, já falecido; Júlio Brustoloni, falecido mês passado; Nazareth Magalhães, falecido; Ângelo Licati, por acaso vivo.

– O senhor já trabalhou em diversas frentes missionárias. Quais destes trabalhos o marcou mais?

Pe. Ângelo – Todos marcaram, cada um do seu jeito. Nas missões, era àquela ousadia temerária de ficar um mês e meio dormindo no meio do sertão, lá na Bahia, comendo o que tinha e às vezes não tinha. Isso marcou bastante. E quando fui pároco em Trindade, marcou bastante o trabalho social que fiz. E até hoje as pessoas nas ruas me dizem “Pe. Angelo, como o senhor foi bom para nós em nosso tempo”. E hoje, aqui no Santuário de Trindade, eu pareço um peixe dentro d’água viu: é um ambiente que eu conheço, amo e trabalho com muita alegria. Então, a gente vai renovando essas alegrias e arquivando no coração para dizer, quem sabe, meu Deus, minha vida não tenha sido inútil né.

– Poderia partilhar algo que o senhor aprendeu no serviço ao Povo de Deus?

Pe. Ângelo – Ontem, rezando com os romeiros aqui em Trindade, e lendo o evangelho que mostra que o povo de Nazaré estava começando a desprezar Jesus, renovei mais uma vez a minha esperança e falei para o povo. “Vocês fazem com que nós, padres e consagrados, renovemos a nossa fé. Nós estamos aqui, parados, ao lado do Santuário. Já vocês vêm de distâncias enormes para uma visita. Isso para nós é um estímulo!”.  Eu aprendo dos romeiros essa fé simples, mas que faz com que eles façam todo sacrifício possível para fazer a realização do seu sonho: visitar o Pai Eterno. Então, com eles, aprendo a perseverança, aprendo uma fé simples, humilde, sem muita teologia, mas que tem muito amor no coração.

– O que dizer aos jovens vocacionados de hoje?

Pe. Ângelo – Palavra de estímulo. Eu lia agora, por acaso, um trecho do dístico de Horácio, que diz que enquanto as pessoas e os animais todos olham para o chão, Deus deu ao homem um porte ereto, para que ele possa olhar o céu. Esperança: vale a pena! Sofrimento é para provar que a gente é forte, e não que somos covardes. Vale a pena, desde que a gente faça tudo por amor. Não podemos ser mercenários, ou operários que esperam salários. Fazer por amor, e assim, nunca colherá decepções, como eu nunca me decepcionei e nunca tive crise na minha vocação.

Comentários

Veralucia Rodrigues Bento em 03 Feb 2017

Admiro você e suas pregações tão simples e humilde em cada gesto e palavra, terá sempre o meu carinho, sou feliz por Deus dispor de tantas pessoas bondosa em minha vida, acompanho suas misas e delas tiro ensinamentos para minha vida. Você é um jardineiro de Deus que rega com carinho e perfeição cada sementinha plantada. Parabéns Pe. Ângelo que Deus continue lhe abençoando e iluminando cada dia mais para conosco renovarmos o jardim do Pai. Obrigado porque Deus já o fez na terra caminheiro rumo ao céu por morar definitivamente em nosso coração.

Paulo Hess em 14 Feb 2017

Agora já estou com 79 anos e carrego comigo alguns tumores que procuro vencer com quimioterapia, oração e determinação firme de ganhar cada batalha para no fim vencer a guerra. Sou seu fã incondicional e suas pregações são um alimento pela unção, simplicidade e profundidade. Sinto que em primeiro lugar o sr acredita e depois prega Fui seu aluno em Aparecida e quando estive em Trindade não sabia que o sr morava aí, senão teria tido um encontro saudoso com o senhor. Oro todos os dias por to dos que que foram meus professores e mestres porque devo a Deus e a eles o que sou hoje. Deus o abençoe sempre

1 2 3 5

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • PARABÉNS!

    0 22

    Estudante na Irlanda

    View more
  • PARABÉNS!

    0 28

    Colaborador em Trindade e Campestre/GO

    View more
  • PARABÉNS!

    0 27

    Missionário na Vice Província de Manaus/AM

    View more
  • PARABÉNS!

    0 29

    Colaborador na sede provincial

    View more
  • PARABÉNS!

    0 23

    Colaborador no Santuário-Basílica de Trindade

    View more
  • PARABÉNS!

    0 33

    Felicidades ao pároco de Paraíso/TO

    View more
  • PARABÉNS!

    0 28

    Juniorista, reside no Seminário São José.

    View more
  • PARABÉNS!

    0 28

    Juniorista, que acompanha a Jumire.

    View more
  • PARABÉNS!

    0 22

    Pároco em Rio Verde/GO.

    View more
  • PARABÉNS!

    0 22

    Parabéns ao vigário-paroquial em Campinas, Goiânia/GO

    View more
  • PARABÉNS!

    0 27

    Obrigado e parabéns ao nosso pastor!

    View more
  • PARABÉNS!

    0 18

    Juniorista, reside no Seminário São José

    View more

May 2017

Não há eventos para hoje!
dom seg ter qua qui sex sab
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30

Video Em Destaque

  • Editor: P. Rafael Vieira, CSsR
  • Colaboradores: P. Maurício Brandolize, CSsR, Ir. Diego Joaquim, CSsR, Fr. Auro Marques, CSsR e o postulante Ênede Cordeiro.
  • Área Reservada: Padre Eduardo Rezende, CSsR.
  • MANTENHA CONTATO!

    ÚLTIMAS POSTAGENS

    Maria, Mãe dos Vocacionados
    15 May 20170 Comentários

    TWEETS MAIS RECENTES

    Read all tweets

    © 2015 Redentoristas Provincia de Goiás | E-mail: portal@redentorista.com.br

    Desenvolvido por WEBCERRADO Soluções Digitais