“Ser Papa não o mudou”, relata ex-motorista

0 Comentários

O religioso de origem sarda vive hoje na enfermaria da Cúria dos jesuítas em Roma. “Ele tinha um olhar especial até mesmo para nós, colaboradores temporários”. Irmão Salvatore Mura, um jesuíta argentino, vive hoje em uma cadeira de rodas na enfermaria, mas nunca esquece, sempre com o terço nas mãos, de rezar pelo seu antigo superior na época em que vivia na Argentina, “padre Jorge Mario Bergoglio alçado ao trono de Pedro com o nome de Francisco”, como ele gosta de recordar.

(A reportagem é de Filippo Rizzi, publicada por Avvenire, 17-12-2016. A tradução é de Luisa Rabolini, do Portal IHU).

É a rotina diária, cadenciada por alguma visita inesperada, do irmão Salvatore Mura, o jesuíta argentino nascido em 1933, de origem sarda, que acompanhou na função de colaborador e motorista durante seis anos (1973-1979) Bergoglio, que na época era provincial dos jesuítas da Argentina.

“A relação entre nós, desde que se tornou papa, não mudou em nada – confidencia – ele continua sendo a mesma pessoa que eu conheci, com o mesmo jeito de ser humano e de simplicidade que sempre o distinguiram”. O estilo de manifestação e de coragem apostólica de Francisco, aos olhos do Irmão Mura, encontra seu fundamento e a sua raiz de sentido na pregação quase cotidiana desde que ele se tornou bispo de Roma: “Aprendi a orar com ele e com suas catequeses ordinárias, até mesmo ouvindo suas homílias na Casa Santa Marta, isso mostra quais são seus sonhos e as suas expectativas para a Igreja do futuro”.

Pérolas de sabedoria, essas do antigo provincial, que explicam seu “programa” pastoral. “Cada vez que leio e ouço as suas Missas matutinas – acredita o idoso jesuíta – entendo onde ele quer realmente conduzir seu rebanho e quais intuições proféticas estejam indicando o caminho da Igreja…”. Irmão Mura, em seu quarto, está rodeado de fotografias que mostram o sentido da vida e dos seus encontros de sabor especial: aparecem, aqui a ali, até mesmo fotos recentes com o Pontífice, algumas com Pedro Arrupe (o historiador geral da Companhia de Jesus na época do Bergoglio ‘simples jesuíta’); também há imagens do irmão Mura com o cardeal jesuíta Paolo Dezza (confessor de Paulo XI e João Paulo I), de quem esse idoso religioso, agora com 83 anos, foi colaborador próximo até sua morte em 1999.
“A minha vida sempre foi à insígnia do serviço humilde dentro da Companhia e sempre percebi em figuras como o padre Bergoglio um dos jesuítas mais capacitados para entender a função, muitas vezes simples e pouco visível, de nós, irmãos colaboradores temporários”, conta emocionado. No dia do 80º aniversário do seu “superior de longa data” que se tornou bispo de Roma, irmão Mura sente-se à vontade para expressar um desejo: “que o Senhor o conserve em suas mãos como vem fazendo até agora. Que continue a abençoá-lo como agora, que é o sucessor do primeiro entre os apóstolos”.

Irmão Mura – na sua rica coleção de lembranças de impressões sobre seu provincial – não fica nada espantado com uma coisa: “Ainda conversamos ao telefone. São breves conversas, sinais de afeto, a distância, mas profundo. Representam um pequeno gesto de proximidade de padre Jorge com seu irmão colaborador…”. A esse propósito revela um detalhe: “Imagine que Francisco, em setembro de 2013, queria levar-me com ele em sua viagem apostólica na Sardenha. O motivo? Sabia que a minha família era originária de Alghero e eu sempre fui devoto de Nossa Senhora de Bonaria. Recusei o convite por causa das dificuldades da idade. Mas acrescentei: ‘Mesmo assim serei peregrino com minha oração ao seu lado na Sardenha…’”.

O jesuíta vive com gratidão especial à dádiva dessa amizade de caráter especial com o 265º sucessor de São Pedro. “Nunca teria imaginado a eleição a Pontífice – revela – mas muito me consola ver que o papel público não o mudou. É sempre aquele ‘simples padre’, o mesmo que conheci há tantos anos na Argentina”. E observa: “Ambos estudamos com os salesianos e o que sempre chamou minha atenção é sua grande admiração por Dom Bosco e pelas suas intuições no campo da educação”.

Irmão Mura volta com o pensamento aos anos difíceis que atravessou a Companhia de Jesus na Argentina, ao respeito “depositado em padre Jorge por um homem do calibre de Pedro Arrupe”, “à ternura das ligações – que eu intermediava – com as quais a mãe Regina Sivori procurava seu filho, então jovem provincial…”, mas também aquele traço de confidência e estima presente entre ele, simples religioso idoso, e seu superior de tantos anos atrás.

Toda vez que visitava Roma, mesmo quando já era cardeal arcebispo de Buenos Aires, nos separávamos com essa solicitação por parte de Borgoglio: “Irmão Salvatore, assim que puderes faça uma visita a Nossa Senhora na Basílica de Santa Maria Maggiore por mim, e lembre-se de rezar em minha intenção e pela Argentina”. Enquanto as forças e autossuficiência, inclusive motora, assim o permitiram, mantive minha promessa: um pequeno voto de obediência para o meu antigo provincial”.

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • PARABÉNS!

    0 23

    Paároco Uirapuru-GO

    View more
  • PARABÉNS!

    0 22

    Vigário Paroquial São Sebastião Brasília

    View more
  • PARABÉNS!

    0 30

    Vigário Paroquial

    View more
  • PARABÉNS!

    0 25
  • PARABÉNS!

    0 30

    Juniorista

    View more
  • PARABÉNS!

    0 31
  • PARABÉNS!

    0 32

    Vigário Paroquial

    View more
  • PARABÉNS!

    0 54

    Pároco São Sebastião Brasília

    View more
  • PARABÉNS!

    0 25

    Vigário Paroquial

    View more
  • PARABÉNS!

    0 28

    Vigário Paroquial Santuário Trindade

    View more
  • PARABÉNS!

    0 32
  • PARABÉNS!

    0 25

    Pároco de Abadia de Goiás.

    View more

Oct 2017

Não há eventos para hoje!
dom seg ter qua qui sex sab
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30

Video Em Destaque

  • Editor: P. Rafael Vieira, CSsR
  • Colaboradores: P. Maurício Brandolize, CSsR, Ir. Diego Joaquim, CSsR, Fr. Auro Marques, CSsR e o postulante Ênede Cordeiro.
  • Área Reservada: Padre Eduardo Rezende, CSsR.
  • MANTENHA CONTATO!

    ÚLTIMAS POSTAGENS

    TWEETS MAIS RECENTES

    Read all tweets

    © 2015 Redentoristas Provincia de Goiás | E-mail: portal@redentorista.com.br

    Desenvolvido por WEBCERRADO Soluções Digitais